Brasileiros de 40 a 80 anos fazem mais sexo que resto do mundo

O Estudo Global sobre Atitudes e Comportamentos Sexuais, divulgado em Londres pela Real Academia de Medicina, afirma que o Brasil é o recordista em freqüência de sexo entre pessoas de 40 a 80 anos. A pesquisa analisou o comportamento sexual de 26 mil pessoas em 28 países, como Brasil, Estados Unidos, Canadá, México, Reino Unido, França, Japão e China. O total de 54% dos homens e mulheres consultados alegaram fazer sexo uma ou mais vezes por semana. No Brasil este índice foi de 75%. A França vem em segundo lugar, com 70%. O Japão ficou em último, com 21%. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) foi responsável pela coleta de dados entre os brasileiros. Os médicos atribuem a vida sexual, considerada saudável, aos novos hábitos de saúde e à criação de remédios como o Viagra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.