Brasileiro está mais otimista, aponta CNT/Sensus

Índice pondera percepções sobre emprego, renda, saúde, educação e segurança pública

FABIO GRANER, Agencia Estado

08 de setembro de 2009 | 13h31

O índice de avaliação do cidadão, que pondera percepções sobre emprego, renda, saúde, educação e segurança pública nos últimos seis meses, melhorou, passando de 45,84 pontos em maio para 47,79 em setembro. Dos fatores pesquisados, o único que teve uma queda significativa foi a avaliação sobre a área da saúde, em que o porcentual de entrevistados que notaram piora subiu de 44,3% para 49,4%.    

 

Veja também:

linkAprovação a Lula cai de 81,5% para 76,8%, indica pesquisa CNT/Sensus

linkDilma cai e Serra oscila negativamente em nova pesquisa

 

O diretor da Sensus, Ricardo Guedes, associou o movimento à gripe suína. Segundo ele, isso também prejudicou a avaliação sobre o governo Lula. A pesquisa perguntou para os entrevistados se o governo tem combatido adequadamente a gripe suína e 51,5% disseram que sim. Em maio, a pesquisa mostrava que 59,4% diziam acreditar que o governo estava preparado para enfrentar a crise. Um total de 41,4% disseram que o governo não tem agido adequadamente em relação à gripe, porcentual maior do que os 32,6% que não viam o governo preparada para a situação em maio.    

 

A pesquisa CNT/Sensus também mostrou que melhorou o índice de expectativa do cidadão, que pondera expectativas sobre emprego, renda, saúde, educação e segurança pública para os próximos seis meses. O indicador passou de 69,93 para 71,95 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
pesquisaCNTSensusavaliação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.