Brasil tem primeiro laboratório credenciado para testes de doping

O laboratório do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - o Lab Dop/Ladetec - foi credenciado hoje pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) para a realização de testes de controle de dopping em atletas e de anabolizantes em carne. O laboratório será o primeiro da América Latina a fazer exames anti-dopping em competições internacionais. Segundo o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sergio Amaral, o credenciamento é importante porque o Brasil deixará de importar este serviço. Atualmente, os testes são feitos no Canadá. O material coletado no Brasil e em países vizinhos é encaminhado àquele país para análise. Amaral também destacou a importância do laboratório na certificação da carne brasileira. "No momento em que o Brasil bate recorde de exportação de carne, nós mostramos que o produto brasileiro atende as normas técnicas, de qualidade e saúde", disse o ministro. "No fundo estamos tratando da Marca Brasil". A solenidade de assinatura do contrato de credenciamento do Lab Dop/Ladetec foi presidida pelo ministro Sergio Amaral e pelo ministro do Esporte e Turismo, Caio Luiz de Carvalho. O Inmetro é vinculado ao Ministério do Desenvolvimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.