Brasil, Peru e Colômbia assinam acordo contra narcotráfico

Autoridades do Brasil, Peru e Colômbia assinam na próxima semana, em Tabatinga (AM), um acordo para controlar os rios do noroeste da Amazônia. Trata-se da primeira operação militar conjunta na América do Sul, reunindo forças policiais e militares dos três países numa investida contra o narcotráfico, que está utilizando o transporte fluvial da região de fronteira.Na solenidade, estarão os ministros da Defesa, José Viegas Filho, e da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, além do diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda, e os ministros da Defesa colombiano, Jorge Alberto Uribe Echavarria, e do Peru, Roberto Chiabra Leon. As autoridades também farão diversas reuniões para definir outras linhas de ações contra o narcotráfico, principalmente relacionadas às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), na região fronteiriça.Além do combate ao narcotráfico, a atuação conjunta vai atingir pelo menos duas outras áreas: a biopirataria e o contrabando de animais e de peixes. Levantamentos feitos pelas autoridades brasileiras mostraram que, no ano passado, pelo menos 600 toneladas de peixes do Rio Solimões foram levados ilegalmente para a Colômbia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.