'Brasil perdeu hoje cidadão que honrou a magistratura', diz Lula

Relator da Lava Jato, o ministro Teori Zavascki morreu nesta quinta-feira, 19, em acidente de avião em Paraty

Carla Araújo, Igor Gadelha e Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2017 | 20h14

Brasília - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou há pouco, pelas redes sociais, a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, vítima de um acidente aéreo. "O Brasil perdeu hoje um cidadão que honrou a Magistratura em todos os postos que ocupou. Minha solidariedade à família do ministro Teori Zavascki e aos membros do STF", afirmou o ex-presidente. Em vídeo, Lula disse que não acredita que morte do ministro prejudicará as investigações da Lava Jato.



De acordo com José Guimarães (PT-CE), líder da minoria na Câmara dos Deputados, Lula foi informado da morte de Teori durante o evento pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão. O ministro foi indicado ao cargo em 2012 pela ex-presidente Dilma Rousseff, na vaga aberta com a saída do ex-ministro Cezar Peluzo. 

PT. O presidente do partido, Rui Falcão, divulgou nota na qual lamenta "profundamente" a morte do ministro. "Teori Zavascki foi um homem público exemplar, que dedicou sua vida à busca da Justiça. Durante toda sua carreira militou no serviço público. Foi um excepcional professor de Direito e autor de livros fundamentais. Deixará para a posteridade o legado de um magistrado respeitado por sua competência técnica, equilíbrio e ética", escreveu.

Rui Falcão destacou que Teori, em sua trajetória, assumiu cargos relevantes na magistratura nacional, "sendo desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região e ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), antes de ser empossado no Supremo Tribunal Federal, em 2012, indicado pela presidenta Dilma Rousseff".

"O PT estende sua solidariedade e pesar aos familiares, amigos e demais ministros do STF pela trágica perda de Teori Zavascki", finalizou.

A ex-presidente Dilma Rousseff também lamentou a morte do ministro em nota. "Hoje perdemos um grande brasileiro, afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.