Brasil passa por 'revolução nos serviços', diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira, durante a inauguração de um novo terminal no aeroporto de Brasília, que a ascensão de 42 milhões de brasileiros está levando o País a passar por " uma verdadeira revolução de serviços públicos". "Tenho certeza que na educação, saúde, mobilidade urbana, estamos dando os passos necessários", afirmou. "Nós estamos dando o cuidado necessário (a essas áreas)", disse.

NIVALDO SOUZA E RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

16 de abril de 2014 | 18h01

A presidente considerou de "alta qualidade" o píer sul inaugurado no aeroporto da capital federal, que recebe R$ 1,2 bilhão em investimentos do consórcio Inframerica para ampliar a capacidade de 16 para 21 milhões de passageiros por ano. A classificação ao terminal de Brasília foi dada por Dilma logo após ela dizer que os milhões de brasileiros que engrossaram a classe C esperam mais dos serviços oferecidos pelo Estado, incluindo aeroportos eficientes. "Essas pessoas melhoraram (de vida) e agora temos de garantir serviço público de qualidade", disse. "Viajar de avião passou a ser parte da realidade cotidiana de milhões de cidadãos brasileiros", emendou.

Dilma ressaltou em seu discurso que "ao se preparar para a Copa, o País não está se preparando exclusivamente para a Copa". E chamou de "essenciais" as parcerias com empresas privadas e o setor público para se modernizar a infraestrutura brasileira.

A presidente aproveitou o momento de exaltação das parcerias para elogiar a argentina Corporação América, sócia da brasileira Infravix Participações no aeroporto de Brasília, com uma saudação futebolística ao estilo do ex-presidente Lula. "A única forma de a gente não se entender (Brasil e Argentina) é no futebol, porque disputamos a mesma posição, mas na nossas atividades somos parceiros estratégicos. Por isso, eu queria dizer para essa empresa argentina sejam muito bem vindos, muito bem vindos", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.