Brasil: entre os primeiros em violência sexual doméstica

A mulher brasileira está entre as que mais sofrem violência sexual doméstica. É o que diz o relatório preparado pela Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado nesta terça-feira na Espanha. A América Latina registra os índices mais altos de crimes sexuais. De acordo com o relatório, cerca de 70% dos casos de violência sexual são estupros, tentativas de estupro e outras agressões.Segundo a ministra Nilcéa Freire, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, a situação no país é preocupante, principalmente em Pernambuco e na Bahia. Por isso, uma das providências que já estão sendo tomadas é a revisão da legislação brasileira, que hoje considera o crime de violência doméstica mais leve do que uma briga de rua. "Nós entendemos que a violência que se comente contra a mulher, seja no âmbito doméstico, seja no âmbito do trabalho, é uma violência que afeta a sociedade e tem um custo social importante. Por isso, nós entendemos que é um problema do Estado e da sociedade, e, por isso, também, nós estamos fazendo a revisão dessa legislação," disse a ministra.A recomendação do relatório da Organização das Nações Unidas é de que o Brasil dê mais poder às mulheres, fazendo maior inclusão social. De acordo com a ministra Nilcéa Freire, as mudanças na legislação brasileira já foram levadas pela Secretaria de Políticas para as Mulheres ao Congresso Nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.