Brasil e Espanha criam linha direta para viajantes

Brasil e Espanha concordaramnesta terça-feira em estabelecer uma "linha direta" entre asautoridades consulares para melhorar o fluxo de cidadãos nosaeroportos dos dois países, informou uma nota conjuntadivulgada pelo Ministério de Assuntos Exteriores da Espanha. Após uma reunião entre diplomatas brasileiros e espanhóisem Madri, ambos os países decidiram "estabelecer um sistema decomunicação especial e ágil, através de um procedimento de'linha direta' entre as autoridades consulares e competentes emassuntos de fronteira". A reunião foi decorrente da queixa do Brasil pelo número debrasileiros deportados da Espanha. No início de março, ogoverno manifestou seu "desagrado" após dezenas de brasileirosterem sido impedidos de entrar no país europeu e respondeurejeitando o ingresso de alguns espanhóis dias depois. "Em respeito à situação dos inadmitidos, ambas as partesconsideraram as condições referentes à assistência jurídica,manutenção, higiene, comunicações e acesso à bagagem", diz anota, sem detalhar medidas a serem adotadas. Os diplomatas brasileiros e espanhóis se comprometeram afazer gestões para a instalação de caixas automáticos na áreade controle migratório e admitiram a possibilidade de quepessoas barradas possam comprar bilhetes de volta a seu país nacompanhia aérea que desejem. Outros pontos definidos foram uma maior divulgação dosrequisitos legais de entrada nos dois países, reuniõesperiódicas entre autoridades migratórias e consulares e reforçoda cooperação policial em migração, com a possibilidade de quepoliciais dos dois países trabalhem conjuntamente nos locais deacesso de viajantes. (Reportagem de Mair Pena Neto)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.