Brasil é 43º em ranking de prosperidade

Índice avaliou 104 países segundo indicadores econômicos e sociais.

Da BBC Brasil, BBC

14 de outubro de 2008 | 15h06

O Brasil ocupa o 43º lugar no Índice Global de Prosperidade 2008 compilado pelo Instituto Legatum, uma organização independente ligada à empresa Legatum, de investimento em mercados de capital e de promoção do desenvolvimento sustentável. O ranking, que avaliou 104 países segundo 44 indicadores econômicos e sociais, é liderado pela Austrália, que é seguida de perto pela Áustria e a Finlândia, empatadas na segunda posição.Na outra ponta da lista está o Iêmen, antecedido por países africanos, como Zâmbia e o Mali.O índice define a prosperidade como uma combinação de riqueza mundial e satisfação com a vida, medindo como as nações estão promovendo crescimento econômico e a qualidade de vida. O Chile, que ficou em 27º na pontuação geral, liderou o ranking que mediu o índice de prosperidade na América Latina. Em segundo vem a Argentina, seguida pelo Uruguai e Costa Rica. O Brasil aparece em quinto lugar e, em último, está a Bolívia. Crescimento e desigualdadeO relatório afirma que nos últimos anos o crescimento do Brasil impulsionado pelo salto nas exportações estabilizou finanças públicas, melhorou as condições de vida e estimulou investimentos em infra-estrutura."Entretanto, desigualdades econômicas são consideráveis, e em parte por culpa de leis trabalhistas restritas, 40% da população operam na economia informal", diz o estudo."Cerca de um quinto dos brasileiros vive em favelas, que são freqüentemente controladas por gangues violentas ligadas ao tráfico de drogas", diz o documento.O Índice de Prosperidade 2008 afirma que pessoas e os governos têm um papel na promoção da prosperidade nacional."A pesquisa revela que os governos sozinhos não podem determinar a prosperidade, mas podem fomentar um ambiente que encoraje a prosperidade através da redução da dependência de ajudas e na implementação de políticas inteligentes que permitam aos cidadãos viver de maneira produtiva", afirmou Alan McCormick, diretor-administrativo da Legatum. O estudo conclui que a prosperidade está além do dinheiro e inclui felicidade, saúde e liberdade. "Além do sucesso econômico, a prosperidade de uma sociedade se sustenta em fortes laços familiares e comunitários, liberdade política e religiosa, educação e oportunidade, e em um ambiente saudável."BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
prosperidadelegatum

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.