Brasil doa R$ 580 mil em medicamentos para o Uruguai

Por três meses, 35 mil pessoas no Uruguai usarão remédios e vacinas doados pelo governo brasileiro. O Ministério da Saúde enviará o equivalente a R$ 580 mil em medicamentos, atendendo a solicitação do governo uruguaio. A doação inclui 30 mil frascos de insulina, uma tonelada de remédios para tuberculose e dez kits de antinflamatórios e antitérmicos. Os uruguaios também receberão dez mil doses de vacina contra febre amarela, cinco mil contra sarampo e duas mil contra gripe. Além disso, serão distribuídas ainda mil doses de soro contra veneno de cobra, produzidas no Brasil. O avião da comitiva do presidente Fernando Henrique Cardoso, que viajou ontem para aquele País, levou os dez kits de farmácia básica com 33 tipos de medicamentos, cada um. A ajuda ao governo uruguaio não é inédita. Neste ano, o Brasil já doou vacinas, insulina, antibiótico e até remédios do coquetel anti-aids para a vizinha Argentina, que passa por uma crise econômica. Os remédios somaram o equivalente a R$ 5,5 milhões. A República Dominicana também está entre os países beneficiados com a doação de vacinas. Foram 500 mil doses da tríplice que combate a coqueluche, o tétano e a difteria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.