Brasil deve ter sua primeira santa canonizada na terça

O Brasil está prestes a ter sua primeira santa. Terça-feira, o Papa João Paulo II deve aprovar a canonização de Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus e marcar a data e o local da tão esperada solenidade.A reunião do Consistório será a última etapa do processo que se arrasta há quase 37 anos. Nela, o Papa e cardeais do mundo inteiro apreciarão o pedido de canonização de Madre Paulina, nascida em 1865 em Trento, no Norte da Itália.A religiosa se mudou aos 9 anos de idade para a cidade catarinense de Nova Trento, a 86 quilômetros de Florianópolis, onde fundou a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição. Em 1903 mudou-se para São Paulo, onde faleceu em 9 de julho de 1942. Dias depois de sua morte começaram a ser ouvidos comentários sobre seus milagres.O pedido de canonização, feito em 1965, partiu da Congregação fundada pela Madre em Nova Trento, cidade que pode ser considerada o templo da quase Santa Paulina. As religiosas do município aguardam ansiosas pelo anúncio e já organizaram duas missas festivas para terça-feira, às 11h30 e 19h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.