Brasil deve ter dois novos adidos militares até 2010

O número de adidos militares brasileiros passará de 63 para 65 até o ano que vem. Ainda em 2009, será criado o cargo de adido de Defesa na Índia e também está em estudo pelo governo a abertura de mais uma vaga nos Estados Unidos. O cargo seria para atuação mais operacional, junto ao Estado-Maior das Forças Armadas americano, segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa. Com a vaga que será aberta na Índia, o Brasil passará a ter adidos em 33 países.Reportagem publicada pelo Estado no domingo revelou que, até 2010, o País terá 101 adidos no exterior, ao custo de pelo menos R$ 2,2 milhões mensais só em pagamento de salários. Com o representante na Índia, e se for confirmado o novo adido nos EUA, o número chegará a 103. O Ministério da Defesa não informou o vencimento dos oficiais no exterior. Ex-adidos informaram que os salários são em média de US$ 10 mil (R$ 22 mil). A decisão sobre a função de adido de Defesa na Índia já foi tomada pelo presidente. Como os demais, será substituído a cada dois anos. O mais provável é que a vaga seja ocupada em sistema de revezamento entre as três Forças. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.