Brasil compra aeronaves de Israel para vigiar fronteira

Israel assinou um acordo de US$ 350 milhões para fornecer à Polícia Federal (PF) brasileira aeronaves de vigilância não tripuladas, revelou hoje uma fonte ligada ao setor de defesa no Estado judeu. De acordo com a fonte, o acordo foi assinado no decorrer desta semana, durante a visita do presidente de Israel, Shimon Peres, ao Brasil.

AE-AP, Agencia Estado

12 Novembro 2009 | 12h23

As sondas Heron, fabricadas pela Israel Aerospace Industries Ltd., serão utilizadas na vigilância das fronteiras do País com seus vizinhos e visarão ao combate ao tráfico de armas, de entorpecentes e de recursos naturais não especificados, prosseguiu a fonte. As aeronaves não tripuladas também poderão ser usadas para reforçar a segurança durante a realização da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. Os dois eventos serão sediados pelo Brasil.

Serão vendidos ao País 14 sistemas, sendo que cada um inclui diversas sondas e equipamentos auxiliares. A fonte não forneceu detalhes sobre a quantidade de aviões não tripulados envolvidos no negócio. A entrega das sondas deve começar dentro de alguns meses, mas não foi mencionada uma data específica. Ainda segundo a fonte, agentes da PF estão atualmente recebendo treinamento da Israel Aerospace Industries para operar o sistema de vigilância.

A empresa intensificou suas operações com o Brasil no decorrer do último ano, criando inclusive uma joint venture com o Synergy Group, com sede nos Estados Unidos, para ir atrás de contratos no País.

Mais conteúdo sobre:
DefesaIsraelBrasilsegurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.