Brasil apoiará retaliação, se houver envolvimento de um país

O líder do PSDB na Câmara, Jutahy Júnior (BA) afirmou que durante a reunião dos líderes partidários com o presidente Fernando Henrique Cardoso para avaliar as consequências dos atentados nos Estados Unidos ficou claro que o governo brasileiro irá apoiar ações retaliadoras norte-americanas, mas apenas se houver a identificação da presença de algum Estado nos ataques.Segundo ele, o presidente manifestou preocupação com as vidas que foram perdidas e na forma como o Brasil pode atuar no processo de busca da paz. Jutahy Júnior afirmou também que vários projetos relativos a área de segurança poderão ser votados no Congresso.Entre eles, a regulamentação de escutas telefônicas, maior fiscalização na Internet e a regulamentação da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.