Bové é levado à Delegacia da Polícia Marítima, Aérea e de Fronteira da PF

O ativista francês José Bové foi levado à Delegacia da Polícia Marítima, Aérea e de Fronteira da Polícia Federal. O local situa-se a menos de uma quadra da sede regional da PF no Rio Grande do Sul, na esquina das avenidas Paraná e França. A Polícia Federal deslocou seis agentes para fazer a segurança da porta de entrada do edifício onde funciona a delegacia e evitar a aglomeração de jornalistas em frente ao local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.