Bornhausen se licencia do Senado até julho

O presidente do PFL, Jorge Bornhausen (PFL-SC) foi substituído hoje no Senado por Vasco Furlan, seu primeiro suplente. O dirigente pefelista apresentou à Mesa dois pedidos de licença: o primeiro, com data de 22 de fevereiro a 4 de março, para tratamento de saúde. No segundo requerimento, ele pede afastamento de 5 de março a 2 de julho para tratar de interesses particulares. Fora do Senado, Jorge Bornhausen disse que terá maior disponibilidade para trabalhar na campanha da governadora Roseana Sarney à sucessão presidencial e participar das negociações políticas com vistas às eleições de outubro. Vasco Furlan já foi deputado e estava na direção Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Ele também se afastou temporariamente da função, mas vai retomá-la assim que for substituído no Senado, provavelmente na próxima semana, pelo segundo suplente de Bornhausen, o empresário Aristorides Stadler. Tanto Furlan quanto Stadler pertencem ao PPB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.