Bornhausen reúne-se com Alckmin em São Paulo

O presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), reúne-se na tarde de hoje com o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin. "Nesse encontro, vamos dar prosseguimento às conversas para o avanço das alianças estaduais entre os nossos partidos", informou Bornhausen. A reunião entre Alckmin e Bornhausen ocorrerá no escritório do Instituto Teotônio Vilela na Capital, onde o pré-candidato tucano concentrou suas atividades nessa fase de pré-campanha ao Palácio do Planalto.Lideranças das duas legendas destacam que as negociações estão avançando e, hoje, já conta com a adesão de dez Estados. Além disso, duas das principais prefeituras do País, a do Rio de Janeiro e a de São Paulo, com os pefelistas César Maia e Gilberto Kassab, estão apoiando Alckmin na corrida à Presidência. Os líderes do PFL e do PSDB não descartam, ainda, a adesão, em alguns Estados, como São Paulo, do PMDB, caso a legenda não tenha candidatura própria ao Palácio do Planalto neste pleito. Bornhausen já declarou que não se opõe a uma eventual aliança tríplice (PFL-PSDB-PMDB) porque a prioridade é derrotar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas urnas.O pré-candidato tucano à Presidência participou, ontem, em Teresina, da formalização da aliança PSDB-PFL ao governo do Estado do Piauí. A cabeça de chapa naquele Estado ficará com o ex-prefeito Firmino Filho (PSDB) e a vaga de vice será do PFL. Alckmin deverá intensificar, a partir de agora, seus périplos pelo Nordeste, em razão da liderança do presidente Lula nas pesquisas de intenção de voto naquela região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.