Bornhausen: Congresso deve "limpar a pauta"

O presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), sugeriu que os líderes partidários façam uma análise detalhada das Medidas Provisórias (MPs) que estão esperando votação para "limpar a pauta" e votar, pelo menos, as que obtiverem consenso. "É preciso verificar o que não tem divergência, para votar as medidas não polêmicas", afirmou Bornhausen. O senador é um dos defensores do instrumento da Medida Provisória para garantir a governabilidade. Segundo ele, o fato de o Congresso não apreciar as MPs dificulta ainda mais a aprovação da proposta de emenda constitucional que limita o uso das medidas pelo governo. O motivo da convocação extraordinária do Congresso - que dá salários extras aos parlamentares - é justamente a votação de mais de 70 medidas provisórias que foram reeditadas pelo presidente Fernando Henrique Cardoso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.