Bordoni diz que não declarou dinheiro de Perillo no IR

O jornalista Luiz Carlos Bordoni disse nesta quarta-feira, em depoimento à CPI do Cachoeira, que não declarou no Imposto de Renda os R$ 40 mil em dinheiro vivo que recebeu das mãos do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) no início da campanha de 2010. O repasse, segundo ele, foi entregue em um envelope amarelo no gabinete de Perillo, na sede do governo do estado.

RICARDO BRITO, Agência Estado

27 de junho de 2012 | 14h58

Mais uma vez, Bordoni se contradisse. Inicialmente, ele tinha dito que havia feito o depósito integral do dinheiro na sua conta e depois recuou, afirmando que não efetuou o depósito imediatamente porque antes pagou algumas contas.

Bordoni disse que entende como uma "estratégia" para desacreditá-lo a insinuação feita pela mulher do contraventor Carlinhos Cachoeira, Andressa Mendonça, de que ele, Bordoni teria chantageado o marido dela.

A Alberto & Pantoja, empresa controlada pelo grupo de Cachoeira, depositou R$ 45 mil na conta da filha do jornalista. Segundo Bordoni, o dinheiro era para quitar dívidas de campanha. Mas para Andressa, era para calar o jornalista. "Quem sou eu para tentar achacar Carlos Cachoeira?", questionou.

Tudo o que sabemos sobre:
CPICachoeiraBordoniIR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.