Bombeiros prorrogam buscas no local do acidente até domingo

Novos fragmentos de corpos das vítimas da tragédia que matou Eduardo Campos e outras seis pessoas foram encontrados nesta 6ª

Diego Zanchetta, O Estado de S. Paulo

15 de agosto de 2014 | 11h10

SANTOS - O porta-voz do Corpo de Bombeiros, comandante Marcos Palumbo, afirmou por volta das 10h30 desta sexta-feira, 15,  que as buscas no local do acidente com a aeronave onde estava o ex-governador Eduardo Campos, no Boqueirão, em Santos, serão prorrogadas até domingo, 17. A decisão ocorre após as equipes de resgate terem localizado no início da manhã novos fragmentos de corpos no bambuzal ao lado de onde o jato caiu.

"Nas buscas de hoje, novas partes de corpos que já estão sendo encaminhadas para o IML (Instituto Médico Legal) foram localizadas. Por isso, vamos prorrogar as buscas", afirmou Palumbo. 

Desalojadas. Moradores dos 10 imóveis do Boqueirão interditados após o acidente ainda não sabem quando vão voltar para casa ou de que forma poderão ser indenizados. Cleide Martins,  de 39 anos, e Maria do Carmo Magalhães,  de 51, pegaram nesta sexta-feira alguns pertences no sobrado onde moravam. A casa das duas domésticas é um dos dois imóveis que a perícia da Defesa Civil já declarou que estão condenados e sem condições "habitabilidade".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.