TWITTER/JAIR BOLSONARO
TWITTER/JAIR BOLSONARO

De volta à Presidência, Bolsonaro pode receber Onyx em gabinete improvisado no hospital

Sem agenda oficial nesta quarta, presidente deve despachar ao lado do ministro da Casa Civil nesta quinta

Mateus Fagundes e Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2019 | 07h24

Internado no Hospital Albert Einstein após a cirurgia para retirada da bolsa de colostomia, Jair Bolsonaro reassumiu às 7h desta quarta, 30, a Presidência da República e passará a despachar de um gabinete improvisado de dentro do hospital. Ele não tem compromissos oficiais nesta quarta, mas na quinta deve receber o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Será a primeira visita dele a Bolsonaro desde que o presidente foi submetido à cirurgia, na segunda-feira, 28. A informação foi confirmada pela assessoria de Onyx. É esperado que o presidente e o chefe da Casa Civil despachem juntos da estrutura provisória montada no quinto andar do hospital em São Paulo.

Encontros com outros ministros podem ser confirmados ao longo desta quarta. Há previsão de montagem de um calendário de visitas ao presidente. A orientação da equipe médica até a noite de terça-feira, 29, era de que Bolsonaro se resguardasse, já que ainda está se recuperando da cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal e da retirada da bolsa de colostomia.

Um boletim médico com informações sobre o quadro de saúde deve ser divulgado pela equipe médica no fim da manhã. Ainda não há confirmação se o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, dará entrevista coletiva nesta quarta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.