Joedson Alves/EFE
Joedson Alves/EFE

Bolsonaro provoca aglomeração ao tomar café da manhã em restaurante em Abadiânia

Apesar de carregar máscara, presidente não usou equipamento de proteção ao trocar apertos de mão e posar para fotos com apoiadores

Idiana Tomazelli e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2020 | 11h36

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro foi a uma lanchonete em Abadiânia, em Goiás, a cerca de 120 km de Brasília, para tomar café da manhã neste sábado, 30. A presença do presidente provocou aglomerações, apesar das recomendações de autoridades sanitárias para a necessidade do isolamento social como medida de contenção ao avanço do novo coronavírus no País.

Bolsonaro carregava consigo uma máscara, mas não a utilizou enquanto trocava apertos de mão e posava para fotos com populares. O presidente ainda pegou uma criança no colo e conversou com pessoas também sem utilizar a máscara. O chefe do Executivo estava acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO).

Nesta sexta-feira, 29, o Brasil registrou pelo quarto dia consecutivo mais de mil mortes por covid-19 em 24 horas e passou a ocupar a quinta posição no ranking mundial de países com mais óbitos pela doença, ultrapassando a Espanha. Foram 1.124 mortes registradas entre quinta-feira e sexta-feira, elevando o total de óbitos pela doença para 27.878 no País. Apenas os Estados Unidos apresentaram, até o momento, mais que três dias seguidos com óbitos superiores a mil entre um dia e outro.

Bolsonaro deixou o Palácio do Alvorada na manhã deste sábado e se dirigiu à Base Aérea em Brasília, onde embarcou no helicóptero pouco depois das 9h.

A agenda do presidente não informa nenhum compromisso oficial. A assessoria de imprensa no Palácio do Planalto informou que Bolsonaro "está em agenda pessoal".

O líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), publicou em sua conta no Twitter uma foto em que aparece junto a Bolsonaro e ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, todos a bordo de um helicóptero.

"Indo pra Abadiânia-GO, com nosso presidente @jairbolsonaro, para conversar com a população", escreveu o líder.

Visita. Bolsonaro chegou a abrir uma live na sua página no Facebook, em que aparece sem máscara, vestindo um boné, no Comando de Operações Especiais do Exército de Goiânia, prestes a entrar em um dos carros oficiais da presidência. Vitor Hugo também divulgou um vídeo de Bolsonaro no local, recebendo uma homenagem dos militares.

Bolsonaro também esteve com o ministro da Justiça, André Mendonça, e com o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Eduardo Aggio, em uma das ações da Operação Tamoio na BR-060, estrada que liga Brasília a Bela Vista (MS) e passa por Abadiânia. A operação ocorre em diversos locais do País e, em dois dias de ação, apreendeu 7,7 toneladas de maconha deteve 316 pessoas, segundo publicação de Aggio no Twitter.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.