Reprodução/Bolsonaro/AFP
Reprodução/Bolsonaro/AFP

Bolsonaro passa terceira noite no hospital e segue sem previsão de alta

Sonda nasogástrica foi retirada na sexta-feira e presidente aceitou bem a alimentação via oral, informou a assessoria do Hospital Vila Nova Star

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de julho de 2021 | 08h14
Atualizado 19 de julho de 2021 | 16h54

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) passou sua terceira noite internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Na sexta-feira, 16, de acordo com a assessoria do hospital, a sonda nasogástrica foi retirada e o presidente aceitou bem a alimentação via oral, mas segue sem previsão de alta médica.

Bolsonaro deu início, com a retirada da sonda, a uma alimentação líquida ainda na sexta-feira. O boletim médico divulgado na noite do mesmo dia informou que o presidente teve melhora no quadro de saúde e que continuava evoluindo “satisfatoriamente”. Desde quinta-feira, 15, a equipe médica tem sinalizado que o quadro tem evoluído.

Bolsonaro publicou, na manhã deste sábado, 17, em sua conta no Twitter, um vídeo caminhando pelo corredor do hospital. Na imagem, o presidente está sem máscara - o que já tinha sido observado em outro vídeo - e acompanhando de um assistente. Junto do vídeo, Bolsonaro escreveu: "Seguimos progredindo. Bom dia a todos". Pelo Instagram, o presidente compartilhou uma foto onde aparece se alimentando.

O presidente foi transferido para o Hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, na noite de quarta-feira, 14, após sentir fortes dores no abdômen. Segundo diagnóstico médico, ele sofreu uma obstrução no tubo digestivo por causa de dobra do intestino, o que impedia a passagem de alimentos. A sonda neogástrica, com isso, foi utilizada para levar alimentos e hidratação diretamente ao estômago.

Ao ser internado, Bolsonaro já apresentava crises de soluço há cerca de dez dias, o que estava relacionado com a obstrução no intestino. O presidente já passou por cirurgias na região do intestino desde 2018, quando sofreu um atentado a faca, o que aumenta a probabilidade do bloqueio

Fotos

Na manhã de sexta-feira, Bolsonaro publicou uma foto em que aparece circulando pelo hospital e escreveu: “Em breve, de volta ao campo, se Deus quiser”, afirmou em agradecimento ao apoio que tem recebido. À tarde, postou outra imagem, com o celular em mãos e o seguinte texto: “Via internet, fazendo o possível para manter os compromissos. Despachando com os ministros.” À noite, ele recebeu a visita do ministro da Economia, Paulo Guedes

Postada pela primeira-dama Michelle Bolsonaro, uma outra foto que repercutiu nas redes sociais mostra Bolsonaro em pé, ao lado de uma mulher que está internada. O hospital Vila Nova Star informou que “caminhadas e circulação pelo corredor do andar costumam fazer parte da recuperação dos pacientes” e que, nesse caso, foi a paciente quem pediu para ser fotografada ao lado do presidente. Ainda segundo o hospital, todos os pacientes internados na unidade fazem teste para covid-19, o “que inclui o senhor presidente da República”.

Tudo o que sabemos sobre:
Jair Bolsonaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.