Ageu de Souza/Exército Brasileiro
Ageu de Souza/Exército Brasileiro

Bolsonaro indica general para porta-voz do Planalto

Otávio Santana do Rêgo Barros, que já participou da assessoria de comunicação do Exército, deve assumir cargo no palácio

Leonencio Nossa e Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2019 | 20h26

BRASÍLIA - O general de divisão Otávio Santana do Rêgo Barros, de 58 anos, será o porta-voz do Planalto, informaram fontes do Ministério da Defesa. A decisão do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) de escolher o oficial para o cargo levou em conta o trabalho de Rêgo Barros de uso das redes sociais na assessoria de comunicação do Exército, onde atuou até a semana passada.

A escolha do oficial pernambucano para o cargo de porta-voz ocorre após semanas polêmicos recuos de informações de Bolsonaro e ministros. A equipe de governo tentou diversos nomes de civis para o posto, mas esbarrou especialmente na remuneração do serviço público. Rêgo Barros é ligado aos ministros Augusto Heleno Ribeiro (Gabinete de Segurança Institucional) e Santos Cruz (Secretaria de Governo). Ele é da turma de oficiais que atuaram no Haiti.

Na chefia da assessoria do general Eduardo Villas Bôas, que comandou o Exército de 2015 a 2019, Rêgo Barros aproximou a instituição das redes sociais. Foi por meio do Twitter que Villas Bôas deu declarações que repercutiram na caserna e na política.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.