Mike Segar / Reuters
Mike Segar / Reuters

Bolsonaro indica diplomatas para ONU, Unesco e embaixadas no Paraguai e Portugal

Para assumir os postos, os indicados passam por sabatina no Senado e precisam ser aprovados em comissão e no plenário da Casa

Luci Ribeiro, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2019 | 08h09

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro submeteu à apreciação do Senado Federal quatro nomes de diplomatas para ocupar cargos de representação do Brasil no exterior.

As mensagens de envio das indicações estão publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira. Para assumir os postos, os indicados passam por sabatina no Senado e precisam ser aprovados em comissão e no plenário da Casa.

Foram indicados: Santiago Irazabal Mourão para delegado permanente do Brasil junto à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco); Flávio Soares Damico para embaixador no Paraguai; Carlos Alberto Simas Magalhães para embaixador em Portugal; e Ronaldo Costa Filho para representante permanente junto à Organização das Nações Unidas (ONU).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.