Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Bolsonaro fala em 'paz e harmonia' entre Poderes pelo 'bem-estar' da população

Declaração ocorre em meio à tensão com o Supremo Tribunal Federal, que nos últimos dias determinou uma série de medidas que afetam o governo e seus aliados

Amanda Pupo e Juliana Martins, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2020 | 14h37

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta segunda-feira, 22, que, com “paz e harmonia” entre os Poderes e foco no “bem-estar” da população, o Brasil será colocado em local de destaque que merece. A declaração ocorre em meio à tensão com o Supremo Tribunal Federal, que nos últimos dias determinou uma série de medidas que afetam o governo e seus aliados. Bolsonaro admitiu ainda que a imagem do Brasil no exterior "não está muito boa", mas atribui à "desinformação".

“E nós, em paz e harmonia, com bom entendimento entre os Poderes, todos focados realmente no bem-estar da nossa população e nos anseios da mesma temos certeza que colocaremos o Brasil no local de destaque que ele bem merece”, disse Bolsonaro na estreia do canal Agro+, da Band TV, em cerimônia na sede da emissora em Brasília. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes estava presente.

Na fala, o presidente ainda fez um afago a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Em tom de brincadeira, disse que a ministra ainda ficaria mais 20 anos no cargo. “Nossa garota do agronegócio, se Gilmar (Mendes) permitir, ela vai ter estabilidade no ministério”, disse.

Congresso

O presidente afirmou acreditar que o Executivo acertou na relação com o Congresso nos últimos dois meses. O período marca justamente a aproximação do Planalto com partidos do bloco conhecido como Centrão, que tem conseguido emplacar nomes para cargos no Executivo.

“Passamos a conversar com praticamente todos os partidos”, afirmou. No evento também estava presente o novo ministro das Comunicações, deputado Fábio Faria (PSD-RN). A pasta foi recriada por Bolsonaro após a divisão da pasta comandada por Marcos Pontes, militar da reserva.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.