Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Bolsonaro acompanha velório de paraquedista morto em treinamento no Rio

O soldado Pedro Lucas Ferreira Chaves, de 19 anos, faleceu neste sábado, 20, após seu paraquedas não abrir corretamente

Eduardo Rodrigues e Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

21 de junho de 2020 | 09h34

BRASÍLIA E RIO - O presidente Jair Bolsonaro embarcou pouco antes das 9h30 na Base Aérea de Brasília com destino ao Rio de Janeiro. Ele acompanhou o velório do soldado Pedro Lucas Ferreira Chaves, de 19 anos, que faleceu neste sábado, 20, em um treinamento no Campo dos Afonsos, no Rio, após seu paraquedas não abrir corretamente.

O velório aconteceu no ginásio do 26º Batalhão de Infantaria Paraquedista, na Vila Militar, na zona oeste do Rio. A imprensa não pode acompanhar a cerimônia. Bolsonaro integrou a Brigada de Infantaria Paraquedista em sua carreira no Exército.

O presidente retornou a Brasília nesta tarde. Ele conversou rapidamente com apoiadores na porta do Palácio da Alvorada, mas não deu declarações à imprensa.

Acidente

Segundo o Comando Militar do Leste (CML), durante treinamento ontem o soldado Pedro Lucas Ferreira Chaves ficou preso à aeronave e, "após os procedimentos de emergência, a abertura do paraquedas do militar não ocorreu adequadamente". Ele sofreu ferimentos graves na queda, recebeu os primeiros socorros da equipe médica no local e foi conduzido ao Hospital Geral do Rio de Janeiro (HGeRJ), na Vila Militar, onde morreu.

Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi instaurado para apurar o caso. O CML lamentou a morte e informou que está dando suporte à família.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.