Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Bolsonaro vai a culto evangélico em Guarujá e comemora posse de Mendonça no STF

Mais cedo, presidente passeou de barco com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães; ele está de folga na cidade até o dia 23

Lucas Melo, especial para o Estadão

18 de dezembro de 2021 | 12h45

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), aproveitou a manhã de sol no Guarujá neste sábado, 18, para pescar acompanhado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.  Por volta das 18h30, o mandatário compareceu a um culto evangélico da Assembleia de Deus no distrito de Vicente de Carvalho, onde discursou por cerca de quatro minutos e fez menção à aprovação do ministro André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF).   

"Essa semana foi muito especial para mim e para todos os senhores. Conseguimos mandar para o Supremo um pastor evangélico. Um homem que não é perfeito, mas que com toda certeza nos fará representar", disse o presidente na celebração.  

Pela manhã, Bolsonaro saiu de barco do forte, onde está hospedado durante seus dias de descanso. O presidente chegou ao Guarujá nesta sexta-feira, 17, e deve ficar na cidade até quinta-feira, 23. Na há nenhum compromisso oficial na agenda presidencial durante este período. 

No Instagram, Guimarães publicou uma foto com Bolsonaro com a legenda: "Indo pescar em excelente companhia". O presidente da Caixa foi alvo de críticas nesta semana, após pedir que funcionários do banco federal fizessem flexões na festa de fim de ano da empresa. O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região estuda entrar com uma ação contra a Caixa por acreditar que o episódio se configura assédio moral.

Assim como das outras vezes, Bolsonaro está hospedado no hotel de trânsito que fica localizado dentro do Forte dos Andradas, a última fortaleza construída no Brasil e inaugurada em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial. A fortificação conta com a praia do Monduba, que fica sem visitação quando o presidente está no local.

Nesta semana, Bolsonaro disse a apoiadores que iria tirar “uns dias de descanso”. O presidente deve passar o Natal em Brasília com a família e embarcar depois, nos últimos dias do ano, para o litoral de Santa Catarina. Bolsonaro e a família devem passar o Réveillon em São Francisco do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.