Isac Nobrega / PR
Isac Nobrega / PR

Bolsonaro diz que ‘povo brasileiro’ pode contar com ‘seu Exército’

Durante troca de chefia no Comando Militar do Sudeste’, presidente abre mão de usar pronome ‘meu’ para se referir às Forças Armadas

Pedro Caramuru, Matheus de Souza e Elizabeth Lopes, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2021 | 16h53

O presidente Jair Bolsonaro em um discurso rápido, afirmou que as Forças Armadas, conforme determina a Constituição, não medirão esforços para garantir a liberdade do povo brasileiro. Durante a solenidade de troca na chefia do Comando Militar do Sudeste (CMSE), em São Paulo, nesta quinta-feira, 15, Bolsonaro abriu mão de usar expressões como “meu exército” e disse que as Forças Armadas pertencem ao povo. “O povo brasileiro pode continuar contando com o seu Exército.”

“A nossa nação tem uma vocação, a liberdade acima de tudo, e a certeza desse povo maravilhoso – de mais de 210 milhões de pessoas – que as suas Forças Armadas sempre, dentro das quatro linhas da Constituição, não medirão esforços para garantir o oxigênio da vida, que é a nossa liberdade”, disse o presidente.

No discurso, Bolsonaro agradeceu, em especial, o general Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, que substitui o general Eduardo Antonio Fernandes no CMSE, e o empresário Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), aliado político e opositor do governador João Doria (PSDB). “Um homem que colaborou desde o início para que o nosso colégio militar cada vez mais se transformasse numa realidade”, afirmou Bolsonaro sobre o empresário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.