Bolsonaro: não há definição de ministro do Esporte e fusão com Educação

Bolsonaro: não há definição de ministro do Esporte e fusão com Educação

Bolsonaro também comentou a análise das contas de campanha pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e mostrou tranquilidade

Renata Batista, O Estado de S.Paulo

18 Novembro 2018 | 13h15

 

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse hoje que ainda não escolheu o ministro do Esporte. Segundo ele, a fusão com a pasta da Educação ainda não está decidida, mas o Esporte terá espaço de destaque em seu governo.  "Eu falo uma coisa aqui e lá na frente falam que estou recuando. Estamos definindo essas coisas todas", disse, em entrevista após participar da etapa do Rio de Janeiro do Grand Slam de Abu Dhabi, torneio mundial do jiu-jítsu.    

Bolsonaro comentou a análise das contas de campanha pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e mostrou tranquilidade. "Foi a campanha mais barata da história", respondeu.    

Mais cedo, o presidente deixou sua residência, na Barra da Tijuca, Rio, para a Arena Carioca, onde assistiu à etapa carioca de uma competição internacional de jiu-jítsu.  

 Como já se tornou rotina, Bolsonaro foi saudado, na saída de seu condomínio, por um grupo de cerca de 30 pessoas. Dessa vez, porém, permaneceu no carro. Não falou com os admiradores nem posou para fotos.  

Durante a campanha, o presidente eleito recebeu apoio da Federação de Jiu-jítsu e chegou a ser agraciado com uma faixa preta pelo presidente da entidade, Robson Gracie. 

​Antes de retornar para casa, o presidente eleito parou em um quiosque na orla da Barra da Tijuca, na altura do Posto 4, próximo a sua residência. Lá, acompanhado por seguranças da Polícia Federal, cumprimentou eleitores. Ele passará a tarde em casa, onde, de acordo com fotos divulgadas por sua assessoria, prepara um churrasco.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.