Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Bolsonaro confirma Fábio Wajngarten no comando da Secom

Empresário substituirá o publicitário Floriano Amorim, que acompanha Bolsonaro desde os tempos em que ele era deputado.

João Caminoto, O Estado de S.Paulo

05 de abril de 2019 | 13h23

BRASÍLIA - O governo vai mudar o comando da Secretaria de Comunicação (Secom) na próxima segunda-feira, 8. O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta sexta em café da manhã com jornalistas, que o novo chefe da Secom será Fábio Wajngarten. O empresário substituirá o publicitário Floriano Amorim, que acompanha Bolsonaro desde os tempos em que ele era deputado.

Na prática, o presidente decidiu trocar a chefia da Secom ainda no mês passado, após enfrentar queda nas pesquisas de popularidade e diante de vários ruídos de comunicação no governo. Com influência nas mídias digitais, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente, também passou a criticar o trabalho da Secom, que tem orçamento de R$ 150 milhões para este ano. Carlos apoiou a indicação de Wajngarten, também avalizada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e pelo escritor Olavo de Carvalho.

O Estado apurou que, com a escolha de Wajngarten, o governo pretende mudar totalmente a estratégia de comunicação. A ideia do Planalto é investir mais recursos na campanha publicitária de TV pela reforma da Previdência e se aproximar da mídia tradicional, que Bolsonaro critica desde a campanha. (Colaboraram Vera Rosa e Adriana Fernandes) 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.