Marcos Correa/Presidência da República
Marcos Correa/Presidência da República

Bolsonaro compartilha manifestação de filho sobre decisão do STF

Presidente publicou vídeo crítico à decisão do Supremo de enviar crimes como caixa dois para a Justiça Eleitoral

Lígia Formenti e Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2019 | 11h25

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) republicou na manhã deste sábado, 16, um vídeo em que seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) critica a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)  sobre o destino do julgamento de processos da Operação Lava Jato que envolvam crimes eleitorais

Neste sábado, o presidente Bolsonaro almoça com o líder da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), com 12 ministros e também com Dias Toffoli, o presidente do STF. 

No vídeo, publicado originalmente na sexta, o deputado afirma ter ouvido nas ruas reclamações sobre a decisão do STF e afirma que o pacote anticrime enviado pelo ministro Sergio Moro poderia, na prática, reverter os resultados.

Nesta quinta, o STF decidiu que processos que envolvam crimes como caixa dois e outros delitos eleitorais devem tramitar na Justiça Eleitoral. “Mesmo com a decisão do STF de ontem, fazendo a conexão para a Justiça Eleitoral, o pacote anticrime enviado pelo ministro Sergio Moro ao Congresso sana isso. Retorna a competência para a justiça comum", diz o deputado. 

Relembre

O placar do julgamento foi apertado, por 6 votos a 5, e marcado por duras críticas a membros do Ministério Público Federal, que são contrários ao entendimento firmado pela maioria da Corte.

O cenário é visto por procuradores como desastroso para investigações criminais e operações como a Lava Jato, sob a alegação de que a Justiça Eleitoral não é a ideal para processar crimes complexos que exigem investigação aprofundada como corrupção e lavagem.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.