Bolsa-Família não atende a todos em extrema pobreza

A avaliação é da ONG Ação da Cidadania; nesta terça, é comemorado o Dia Mundial da Alimentação

Agência Brasil,

16 de outubro de 2007 | 21h34

O programa Bolsa-Família, que atende por meio da transferência de renda cerca de 11 milhões de famílias residentes em todos os municípios brasileiros, ainda não consegue beneficiar todos os grupos que estão em situação de risco ou de extrema pobreza.  O alerta é feito pela organização não-governamental Ação da Cidadania, Contra a Fome, a Miséria e pela Vida que, há 15 anos, denuncia o problema da fome no Brasil.  "Infelizmente algumas famílias que têm direito ao benefício do Bolsa-Família ainda não conseguiram ser acessadas pelo Poder Público", afirmou o coordenador da entidade João Guerreiro. "Nós não queremos substituir o poder público e, sim, reclamar da falta de acesso das famílias a esse direito", defendeu.  No Rio de Janeiro, a entidade desenvolve um projeto de conscientização sobre os direitos de quem pode participar do programa Bolsa-Família. Guerreiro enfatiza que, no estado, o mapa da fome está localizado em áreas de favelas com alto índice de violência na capital e na baixada fluminense. Somente no estado do Rio de Janeiro, a Ação da Cidadania conta com mais de 800 comitês para cadastrar o perfil das famílias que estão excluídas do programa social Bolsa-Família. Dia Mundial da Alimentação Nesta terça,  é comemorado o Dia Mundial da Alimentação, em referência à criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). A ONG Ação da Cidadania, Contra a Fome, a Miséria e pela Vida atua na mobilização da sociedade civil na luta contra a fome e a miséria e contribui para a promoção de políticas públicas que visem a inclusão social.  O tema deste ano é o Direito à Alimentação. A data é reconhecida em mais de 180 países e tem o intuito de mobilizar a sociedade civil a fim de combater a fome e a pobreza.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.