Bolsa Família é um programa barato, diz ministra do Desenvolvimento Social

Segundo Tereza Campello, cerca de 50 milhões de brasileiros são hoje beneficados pelo programa

RICARDO LEOPOLDO, Agência Estado

18 de março de 2013 | 12h09

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, afirmou que cerca de 50 milhões de brasileiros estão sendo beneficiados pelo programa Bolsa Família. "É um programa barato, do ponto de vista fiscal, que traz grandes benefícios sociais e econômicos", comentou na manhã desta segunda-feira, em aula magna na Escola de Economia de São Paulo da FGV (EESP-FGV).

A ministra destacou que o programa Bolsa Família saiu de um orçamento de R$ 4,2 bilhões em 2003, quando beneficiou 3,6 milhões de famílias. Em 2013, o orçamento do programa é de R$ 24 bilhões e deve atender 13,8 milhões de famílias.

De acordo com a ministra, desde janeiro de 2011 perto de 36 milhões de pessoas que eram beneficiadas pelo Bolsa Família não estão mais na condição de extrema pobreza, que significa receber menos de R$ 70,00 per capita por mês. "Não há ninguém dentro do Bolsa Família que é extremamente pobre", comentou.

Em média, a família beneficiada pelo programa recebe em média R$ 240,00 por mês, destacou. "Segundo cálculos do Ipea, o governo reduziu em 89% a extrema pobreza no País", destacou.

Mais conteúdo sobre:
Bolsa FamíliaTereza Campello

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.