BNDES dará assessoria às agências de fomento

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, explicou na manhã de hoje que a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), na proposta de reestruturação da Sudam e da Sudene, seria apenas de "assessoramento" no trabalho de transformação das duas superintendências em agências de fomento. A declaração do ministro foi dada em resposta a alguns senadores, que manifestaram dúvidas sobre a participação do BNDES nesse processo.O senador Carlos Bezerra chegou a mencionar que o governo não deveria incluir o BNDES no trabalho de reestruturação, já que dentro da instituição havia uma "antipatia" com as regiões Norte e Nordeste do País. O ministro Fernando Bezerra disse que todo trabalho de auditoria interna, que está sendo feito em relação aos projetos da Sudam, terá como "prioridade absoluta" os projetos de infra-estrutura. Ele insistiu mais uma vez que não há como liberar o pagamento dos projetos da Sudam enquanto não forem feitas essas auditorias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.