Bispos avaliam 50 anos de CNBB

A maioria dos 421 bispos do Brasil estará reunida, a partir desta quarta-feira até o dia 19, no Mosteiro de Vila Kostka, no bairro de Itaici, município de Indaiatuba, a 100 quilômetros de São Paulo, para a 40ª Assembléia-Geral da CNBB.Este ano a Assembléia terá como tema central CNBB - 50 anos: presença histórica, desafios e perspectivas. Outros dois temas serão discutidos pelos bispos: Exigências Éticas e Evangélicas de Superação da Miséria e da Fome e a questão da Amazônia.A convite da Presidência da CNBB, o cardeal Giovanni Battista Re, Prefeito da Congregação para os Bispos e Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, tido como forte candidato do Colégio Cardinalício a suceder João Paulo II , visitou nesta terça-feira a sede da CNBB em Brasília e, nesta quarta-feira, participa da abertura da 40ª Assembléia-Geral.Segundo especialistas, o cardeal Re está no Brasil em missão, pois responde pela área de assuntos internos da Secretaria de Estado do Vaticano e tem à frente da Congregação para os Bispos, entre outras responsabilidades, a de zelar pelo exercício do ofício pastoral.Entre os assuntos que tratará com o episcopado, abordará a questão da participação de padres e clérigos, em geral, nas eleições, disputando cargos eleitorais ou envolvendo-se em campanhas.O cardeal Re também responde pela criação de novas dioceses e a nomeação dos bispos, além de aprovar os estatutos canônicos das conferências episcopais e preparar as visitas "ad limina", isto é as visitas qüinqüenais dos bispos ao túmulo dos Apóstolos.Outro momento considerado especial para os bispos, pela CNBB, durante a Assembléia, será a peregrinação à Aparecida (SP), no dia 14 de abril, onde celebrarão Missa Solene de ação de graças pelos 50 anos da CNBB, às 10h30.A Rede Vida será a geradora do sinal e o disponibilizará para TVs que quiserem repeti-lo. A Rede Católica de Rádio, através da Rádio Aparecida, disponibilizará o som para as emissoras interessadas, através do sistema de satélite digital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.