Biscaia deve assumir Secretaria Nacional de Segurança

Atual secretário nacional de Justiça diz que falta apenas 'acertar alguns detalhes' com Tarso

Agência Brasil,

03 de setembro de 2007 | 16h43

O secretário nacional de Justiça, Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ), confirmou nesta segunda-feira, 3, convite do ministro da Justiça, Tarso Genro, para assumir a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e afirmou que a questão está "praticamente decidida". "Faltam alguns detalhes. Terei uma conversa com o ministro ainda hoje (segunda) para que possa confirmar a minha mudança de função", disse.  O cargo vinha sendo ocupado por Luiz Fernando Correa, que assume nesta segunda a diretoria da Polícia Federal no lugar de Paulo Lacerda, nomeado para a Agência Brasileira de Inteligência (Abin).  O secretário informou ainda que, se vier de fato a assumir a pasta, a prioridade será o Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci), lançado em julho pelo Ministério da Justiça. Nesta segunda, Biscaia participou da abertura do curso de capacitação e treinamento para prevenção e combate à corrupção e à lavagem de dinheiro no Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.  Mas a indicação de Biscaia - ex-deputado e ex-promotor público - não foi bem recebida por alguns órgãos da área de segurança pública. Por meio de nota, as Associações dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol) e sua filial de São Paulo (Adepesp) repudiam a indicação do ex-deputado para o cargo. As duas entidades consideram a escolha de Biscaia para o comando da Secretaria Nacional de Segurança Pública "um desserviço", uma vez que ele não é da área. "É preciso que o setor seja dirigido por um profissional de segurança, o momento é delicado", criticou o presidente da Adepol, Carlos Eduardo Benito Jorge.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.