Bird deve destinar US$ 68 mi para programa de saúde

O Banco Mundial (Bird) emprestará US$ 68 milhões para ogoverno brasileiro expandir o Programa Saúde da Família (PSF) no País. O ministro da Fazenda, Pedro Malan, assinou nesta quinta-feira em Washington o acordo para o empréstimo. O dinheiro será investido em muncípios com mais de 100 mil habitantes e no treinamento de profissionais da área de saúde.O PSF foi criado oito anos atrás e possui atualmente 16.192 equipes que atendem 53,5 milhões de pessoas, em todos os Estados. O Ministério da Saúde, que pretende encerrar o ano com a contratação de mais 4 mil equipes, credita ao PSF a melhoria dos indicadores de saúde no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.