Bezerra disse 'besteira' sobre estrada, diz secretário

Ministro disse que alagamento de estrada foi ação programada para evitarv prejuízos maiores

AE, Agência Estado

09 de janeiro de 2012 | 13h10

O secretário municipal de Defesa Civil de Campos dos Goytacazes (RJ), Henrique Oliveira, disse nesta segunda-feira, 9, que o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, falou "besteira" ao afirmar na semana passada que o rompimento de um trecho da BR-356 foi uma ação programada para evitar alagamentos e prejuízos maiores no município fluminense. Em entrevista concedida à Rádio Estadão ESPN, o secretário criticou a declaração do ministro e avaliou que ela provém de "alguém que não conhece nada da região".

"O ministro não tem a menor noção do que é a cidade de Campos dos Goytacazes e nem do que é o Rio Paraíba do Sul para falar um negócio desses", afirmou. "Eu só tenho a lamentar que um ministro não procure pelo menos se informar sobre o que está acontecendo."

A cidade de Campos dos Goytacazes, na região norte do Rio de Janeiro, está parcialmente alagada desde quinta-feira, 5, após um rompimento de um trecho da estrada, que atuava como dique das águas do Rio Muriaé. O secretário lembrou que, em 2007, alguns diques foram rompidos de maneira programada na Baixada Campista. "O que não tem nada a ver com uma estrada", ressaltou.

Oliveira negou que o rompimento ontem de um outro dique, desta vez no município de Cardoso Moreira, possa afetar Campos e informou que o nível das águas do Rio Paraíba do Sul está atualmente estabilizado, apesar da previsão de que ele possa voltar a subir. "Há uma previsão de chuvas hoje sobre a Região Serrana do Rio de Janeiro", alertou.

Tudo o que sabemos sobre:
Bezerradiquerompimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.