Bethlem confirma desistência de candidatura

Deputado não vai concorrer após ser acusado de receber propina quando era secretário Municipal de Assistência Social

LUCIANA NUNES LEAL, Estadão Conteúdo

31 de julho de 2014 | 17h01

Em nota de apenas três linhas, o deputado federal Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ) anunciou a desistência de concorrer a uma nova vaga na Câmara dos Deputados. O parlamentar foi flagrado em gravações feitas pela ex-mulher, Vanessa Felippe, nas quais admite ter recebido comissões ilegais de ONGs que tinham contrato com a Secretaria Municipal de Assistência Social, que comandou entre 2011 e 2012. Também disse ter uma conta na Suíça não informada à Receita Federal.

Diz a nota: "Diante dos recentes acontecimentos envolvendo o meu nome e pela necessidade de cuidar da minha família e preparar a minha defesa, declaro que vou encaminhar ao partido a retirada da minha candidatura para o pleito de 2014." O deputado será investigado pela Corregedoria da Câmara, a pedido do PPS.

Na tarde da última quarta-feira o governador do Rio de Janeiro e candidato a reeleição, Luiz Fernando Pezão, um dos principais aliados de Bethlem, adiantou que o deputado desistiria de concorrer novamente a uma vaga na Câmara e declarou que as acusações eram "muito fortes".

DENÚNCIA

As conversar, gravadas pela ex-mulher de Bethlem em novembro de 2011, revelam que parte da renda do deputado federal vinda de propinas da ONG Tesloo, contratada para administrar o cadastro único de programas sociais da prefeitura - que inclui o Bolsa Família e o Cartão Família Carioca.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesriorodrigo bethlem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.