Berzoini vai se reunir com petistas descontentes com Delcídio

O presidente do PT, deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP), afirmou nesta sexta-feira que irá se reunir na semana que vem com parlamentares petistas que se manifestaram contrários à forma como o presidente da CPI dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS), conduziu a votação do relatório final do deputado Osmar Serraglio (PMDB-SC). Berzoini ressaltou a necessidade de amenizar o conflito e disse que pretende ouvir também os argumentos de Delcídio, para poder ter acesso a todas as informações relacionadas ao caso. "Eu estou jogando água na fogueira e quero trabalhar para que haja um entendimento", destacou o deputado, reconhecendo que o PT está atualmente diante de um cenário que exige que não seja jogada "gasolina" neste fogo.Entre os fatores que ajudam a criar esta situação está o fato de Delcídio aparecer na lista de possíveis candidatos para o governo do Mato Grosso do Sul na eleição deste ano. Mesmo assim, Berzoini assegurou que o partido não assumirá algum tipo de posicionamento preliminar sobre a disputa criada no Congresso Nacional. "Nós queremos entender as razões, tanto do presidente da CPI, que, na presidência, não pode agir apenas como integrante de um partido, quanto dos parlamentares que consideraram que a postura é inadequada."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.