Berzoini diz que não prometeu divulgar mínimo até esta quarta

O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, afirmou nesta terça-feira que não assumiu com as centrais sindicais o compromisso dedivulgar o valor do novo salário mínimo de hoje para amanhã. "O compromisso que nós assumimos é o de defender o reajuste do salário mínimo para R$ 300,00. Esse valor é factível dentro do orçamento e representa um reajuste de 8% acima da inflação", observou. De acordo com Berzoini, caberá ao presidente Lula decidir o valor e a data do reajuste. "O presidente está com todos os dados em mãos", disse. Para o ministro, caso o reajuste seja aplicado já a partir de janeiro, o valor poderá ficar um pouco menor. Berzoini disse que a responsabilidade orçamentária é uma marca desse governo, assim como o compromisso com o social. "Temos que assegurar que os recursos necessários para o reajuste estejam disponíveis e sejam de fonte permanente", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.