Berzoini diz que Lula teve de controlar inflação deixada por FHC

O ministro Ricardo Berzoini (Trabalho) responsabilizou o governo do do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pelo fraco desempenho da economia no ano passado que, segundo ele, obrigaram o governo Lula a adotar medidas de controle da inflação. "O presidente Lula teve que levar adiante políticas restritivas para controlar a inflação deixada pelo governo anterior", justificou em seu discurso durante a inauguração do "ABC da Juventude - Trabalho e Cidadania", ins talado em Santo André, no ABC paulista, para ofertar cursos de qualificação para os participantes do Programa Primeiro Emprego.Berzoini disse, em seguida, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem manifestado constantemente sua preocupação com a implementação, por todos os ministérios, de políticas voltadas para a geração de emprego. Ele disse que mesmo com restrições orçamentárias e disponibilidade de mercado de trabalho nesse momento, o governo enfatizará a implementação do Primeiro Emprego para expandir rapidamente a inserção dos jovens no mercado de trabalho.O ministro foi evasivo, porém, ao comentar as metas do Primeiro Emprego, implantado em outubro passado. "Nossa meta é de implementar em todas as capitais do País e em cidades com mais de 300 mil habitantes. Também discutimos a criação de consórcios em pequenos municípios que queiram implementar o programa", comentou. Ele disse que o Ministério do Trabalho está revisando o que já foi realizado no programa para, só depois, estabelecer o conjunto de metas e volume de beneficiados.Berzoini negou, durante entrevista coletiva, que tenha solicitado reforço do seu esquema de segurança após o episódio no qual recebeu uma torta na cara em Fortaleza (CE), no mês passado. "Eu só posso responder a vocês sobre aquilo que eu sei e não houve orientação nesse sentido", afirmou Berzoini, ao ser indagado sobre o forte esquema de segurança montado pela Polícia Federal, que chegou a retirar a imprensa do local que estava sendo inaugurado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.