Berzoini diz que depoimento de Bastos não pode ser espetáculo

O presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), disse que o depoimento do ministro de Justiça, Márcio Thomaz Bastos, marcado para a próxima quinta-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, não deve transformar-se "em um espetáculo". Depois de anunciada a solução que mais interessava ao governo, Berzoini afirmou que "qualquer tipo de formato para quem não tem o que esconder é razoável".O deputado afirmou que é "importante preservar a imagem da relação entre Legislativo e Executivo". Segundo Berzoini, Márcio Thomaz Bastos deixará claro que, no episódio da quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo Santos Costa, agiu "no estrito cumprimento de sua função ministerial". "Não é conveniente que nós tenhamos, digamos, um espetáculo, mas uma sessão que possa esclarecer de forma taxativa o que aconteceu e qual foi a atuação do ministro Márcio Thomaz Bastos", afirmou o presidente do PT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.