Berzoini avalia como ?bom? resultado das negociações

O ministro da Previdência, Ricardo Berzoini, iniciou entrevista na tarde desta quinta-feira afirmando que não dará informações detalhadas sobre o relatório do deputado José Pimentel (PT-CE). "As imprecisões sobre a questão das pensões serão resolvidas com a publicação do texto do relatório", disse Berzoini, referindo-se à divulgação do parecer do relator da reforma da Previdência José Pimentel (PT-CE), que estava prevista para às 16 horas no plenário da Câmara. Berzoini disse que prefere reservar ao relator a divulgação das informações sobre o seu parecer. Em seu pronunciamento de abertura da entrevista, o ministro disse que o resultado obtido até agora nas negociações da reforma da Previdência é "bom". Segundo ele, a fórmula obtida assegura aos atuais servidores um ambiente de transição, que incentiva a permanência do funcionário na ativa e guarda o objetivo em relação ao impacto fiscal. Para o ministro, isso é garantido pelos critérios exigidos para conceder ao servidor a aposentadoria integral com paridade nos reajustes dos servidores da ativa com os inativos. "A integralidade e a paridade estarão garantidas somente para quem mostrar compromisso com o serviço público." Berzoini disse que vai conversar com o PSDB na semana que vem e cumprimentou o comportamento da oposição durante as negociações. Ele comemorou a apresentação do relatório "num processo bastante veloz, de 2 meses e 17 dias".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.