Bernardo vai anunciar mudanças em cartão corporativo

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, informou que vai anunciar em entrevista na tarde de hoje mudanças nas regras do uso nos cartões corporativos do governo. Ele evitou, no entanto, antecipar o teor das medidas que serão adotadas pelo governo. O ministro defendeu, também, a regulamentação de regras para o aumento das despesas com pessoal nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Segundo ele, a posição do governo continua sendo a do projeto de lei encaminhado ao Congresso, que restringe o limite de crescimento desses gastos a 1,5% acima da inflação. O ministro disse que vê também com simpatia o projeto do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que eleva o limite para 2,5%. Questionado por qual razão o governo não adota o limite, mesmo que o projeto não tenha sido aprovado, Paulo Bernardo explicou que é preciso haver um "regramento" para todos os poderes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.