Bernardo: 'Temos todas condições para votar Orçamento'

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse que mantém otimismo sobre a aprovação do Orçamento de 2008 na sessão do Congresso marcada para hoje. "Temos todas as condições para votar. Não tem problemas graves para impedir a votação a não ser as querelas políticas. A nossa expectativa é boa", afirmou o ministro.Paulo Bernardo classificou também como normal o episódio ocorrido na madrugada, em que a oposição se retirou do plenário do Senado por não concordar com a votação da medida provisória que cria a TV Pública. "É um episódio corriqueiro na dinâmica do Congresso. Fui deputado três vezes. Não sei quantas vezes nos retiramos. Faz parte da vida cotidiana".O ministro disse ainda que o governo tem "trabalhado neste período investindo no diálogo com os congressistas" - base e oposição. "É fundamental que o País tenha um orçamento votado. Não vemos como justificar para o Brasil o Orçamento não ter sido votado em março. É uma anomalia, uma coisa negativa (o orçamento não ter sido votado)", afirmou. Bernardo afirmou que o governo vai evitar a qualquer custo a edição de medidas provisórias para contornar a não aprovação do Orçamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.