Bernardo diz que, fora do expediente, fará campanha para Lula

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse à Agência Estado que vai participar, "fora do expediente" de trabalho, da campanha pela reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "É difícil participar toda hora porque os ministros têm de tocar suas tarefas diárias. Por exemplo, eu estou envolvido com a proposta de Orçamento para 2007. Mas, fora do expediente, vou me engajar e fazer campanha normalmente. Eu até gosto", disse Bernardo.Ele afirmou, no entanto, que não terá funções específicas na coordenação da campanha, embora informe que trava conversas regulares com o presidente do PT, Ricardo Berzoini, para avaliar e dar sugestões para o andamento dela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.