Benedita da Silva faz apelo em Conferência sobre Racismo

A vice-governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva (PT), fez ontem um apelo à delegação brasileira que participa da 3ª Conferência Mundial contra o Racismo, que está sendo realizada em Durban, África do Sul. Ela pediu para que todos defendam a posição de seu País durante o evento, esquecendo nos debates as suas divergências. ?Já lavamos a roupa suja nesta reunião, agora vamos representar o Brasil, porque é esta uma conferência mundial?, disse. A delegação brasileira de 154 membros fez uma reunião hoje de manhã com o ministro da Justiça, José Gregori, para discutir os temas da agenda. Foi uma reunião emocionante. O ator Milton Gonçalves afirmou que não quer mais ser chamado de negro, negrinho e mulato, mas sim de afro-descendente, pois da África saíram seus ancestrais. Os negros são maioria na delegação brasileira. Os brasileiros presentes em Durban são mais de 500, incluindo os militantes de Organizações Não-Governamentais (ONGs) que participam dos fóruns paralelos. Ainda hoje o ministro José Gregori deve fazer uma intervenção durante a Conferência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.