Beira-Mar prefere ser mandado para os EUA

O traficante Luís Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, preso na Colômbia, declarou que prefere ser extraditado para os Estados Unidos a ser devolvido ao Brasil, informa o jornal El Nuevo Herald, de Miami. O diário informa que um oficial da Força Aérea colombiana, encarregado de interrogar Fernandinho, declarou que o traficante prefere ser levado para os EUA, porque no Brasil ?teria que delatar metade do País?.Estados Unidos e Brasil estão disputando o direito de receber e julgar Beira-Mar. O traficante fugiu em 1997 de um presídio de Minas Grais, nove meses depois de ter sido preso. Ele foi capturado na Colômbia no último sábado, onde foi um dos responsáveis pelo contrabando de armas para a guerrilha esquerdista do país, as Farc - Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.